quinta-feira, 12 de maio de 2016

] Lembretes [


] Lembretes [

Quê Posse! Você viu? ] Nem Mosquito [ ] Nem Gripe [
Por isto ] Atualizei o Tema
] Do [ Meu Navegador
] Gato Pingado [ Olhos abertos ] Expectador [ ] E [ Um Bonezinho Alá
] Sherlock Holmes [ Status de ] Detetive [
Para dizer que não valeu a Pena ver
] A posse [
] Que [ Eu esperava ser ] Tão magnânima
] Mas [ Pifou!
] Calada [ Coisas do Comendador
] Por uma uma questão [ De Ordem; ou de disfarce
] Ou [ Da Crise que próprio disse:
] Vamos colocar slogans ] Não existe! [
] Portanto [ ] Porém [ ] Trabalhe [
] Não olhe [
] Não pense [ Portanto basta que imagine
] Quanto melhor [ Será
] E [ Se essa Posse possa parecer Velório imaginário
De um Morto [ que não morreu
] Esquece [ a ostentação
] Por que [ Faz parte do Espetáculo Cara! ]
] Desconhece [
] Tudo deve transparecer ] Ser transparente [
] Falácias [
] Mesmices [
] Rouquidão [
] De [ Uma Faringo-Laringite “interessante”
] Que [ Eu ganhei no Grito
] E [ A pressa era demais; que esqueci até...
] De [ Uma Apostila da Constituição
] Para mais ênfase [ ao Ato ] Que não era só meu
] E [ Por Deus!
Se for verdade ] Tudo que falei ] Destas Olimpíadas
] Por favor [ Escondam
Morros, e Favelas ] Onde moram [
Miséria! Criminalidade! Fome! E! Prostituição
] Pois [ Não existe isto por aqui
] Nem [ Linha Vermelha
] Nem [ Linha Amarela
] Nem [ Complexo do Alemão
Naveguem nestas linhas Verdes... Símbolos da Nossa Esperança
] Não Corra [ ] Não Mate [ ] Não Morra [
] Lute [ Pela Paz
] E! [ Quase esqueci ] mais um Lembrete [
] É Tolice lembrar [ Zica; Chikungunya; Dengue
] Microcefalia [ Nem falar
] Faram demais [ Antes ]

Lembretes! Deste Píxel Verdade... Dr Ademar Raimundo de Barros.

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Considerações ] Finais [

Considerações ] Finais [

Quando as eminências Pardas ] Fazem a Festa
] E [ As eminências “Brandas” se excitam
Ao assumir a Cúpula
Como ] Heróis [
É bem melhor
Que o Poeta ] Manifeste-se assim
] Era uma vez [ ] Uma Rua [ ] Uma Casa [ ] Minha Vida [
] Vidazinha [
Olhando o Tempo que passa
Sentindo o cheiro da Chuva
Amando a Gota do Orvalho
Que se segura nas Pétalas
Que dão colorido as Galhas
Que se esparramam na Relva
] Verde [!
Cor da Esperança
Que um Dia tarda; mas não falta
Por mais que escura seja
] A Noite [
] Em meio a densa Neblina [
] E [ Mesmo que ainda Chova
Gotas espessas de Lágrimas
] Vida minha [
] Mágoas [ Em Gavinhas...
Resta-nos [ entretanto
] O nosso Amor a Pátria [ Oremos pela Paz
] Mas [ ] Dividi-la [ Nunca!

Sem mais... Dr. Ademar Raimundo de Barros.

domingo, 8 de maio de 2016

Versos ] Corrompidos [

Versos ] Corrompidos [


] Esqueceram-se [
] Pois [ Na visão minúscula de um Caboré
] Todos [ Erraram
] E [ Impuseram-se ] Em ilusória unanimidade
] Tentar [ Iludir essa Nação... Brasil! Urgente!
] Que [
] A Corrupção [ Acabou-se... Aonde?
] Mas digamos [ Suponha-se
] Que [ Todos estejam envolvidos ] Qual novidade?
] Consultem [ As Varas Fazendárias
] As [ Consultorias Públicas
] As [ Procuradorias Gerais
] Estados [
] Prefeituras [
] Assembleias [
] Câmaras Municipais [ E Autarquias
[ E ] Rebusquem [ Artigos; por Artigos
] Decretos [ Por Decretos
] Arquivos [ Por Arquivos
] Reflitam [ ] Pensem [ E imaginem
] A dimensão [ do Rolo ] quando [
Quiseram compor um Referendum Popular Atípico
Que referendasse a opinião Popular ] Em [ Abaixo assinado
Para validar ] O Financiamento Público das Campanhas Políticas
] Fugindo [ De um Plebiscito ] Que diria não [
Pela própria ] Impropriedade da Proposta [
] E [ Tudo ficou só por Hipótese
] E [ Hipoteticamente vem a Tese
] Que [ Posteriormente
] Seria revogado um Decreto Lei [ Nada impede
] E [ Seria colocado em vigor
] Outro Decreto Lei [ Que permitisse
Onde estaria a Fraude? Onde!
] Se [ Os representantes do povo; assim votassem
] Ou [ Assim decidissem
] Transitado [ Votado [ Acabou-se
] Mas [ Desentenderam-se
] E [ Na antítese do Oh! O quê aconteceu
] O [ Quê está para acontecer
] E [ O quê acontece?
] Descompatibilizaram-se [
] Justificando-se [ Na Arquitetura da Obra que se desenha
] Houve [ Crime
] Ou [ Indícios que justifiquem... Impeachment! Impeachment!
] Quando [ Seminus ] Despidos de suas próprias Vestes
] Pensam [ Quê ] Iludem-nos
Em defesa de seus “ Eus”; e interesses
] Neste [ Processo seletivo de “inocentes”
] Onde [ Lá! Na intimidade dos Intocáveis
] A [ Responsabilidade se esconde
] Contida [ Nestes Refinos que definem
Essa ansiedade intermitente
] Se [ Na verdade
] Todos [ Ou ] Quase todos ] Mínimas serão as exceções [
] Cometeram [ Crimes de responsabilidade contra a Nação
] E [ Quando contestados dizem... Não
] Ou [ Então nos respondem
] Dispienda-se [ ] Pois [
] Trata-se [ De Matéria Perclusa

Sem mais;  despeço-me... Neste Pixel Verdade... E subscrevo-me... Dr. Ademar Raimundo de Barros.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

A ] Poesia do Ano [

A ] Poesia do Ano [

] Por [ Santo Antônio de Jesus
] E [ O que poderia dizer ] Santo Amaro de Deus
] E [ Nossa Senhora do Amparo
] E [ Nossa Senhora da Anunciação
] E [ São Del Magro do Muro
] E [ São Florindo da Compostura
] E [ Todos Santos do Mundo ] E os Santos dos Céus [
] Qual foi [ O Gás
] Qual foi [ O Protóxido Nitrogenado
] Ou [ Óxido Nitroso
] Que [ Potencializou aquela Anestesia
Miséria! E Credo!
Estér do Amor Divino!
Até o Hipnotizador ] ficou hipnotizado
] Ouvindo [ O Sino
] Imaginando [ o imaginário
] De [ Como ver-se o Acato em pedido ] Data Vênia ] Sir [
Silenciando o  ‘pro via’ ] Já sentenciado [
] Na Velocidade ] Astronuvem! [
] Supersônica [ Avião a Jato ] Astroneve!
Na leitura ] De longo Relatório.
Loucura ] Colossal [ Nesta Divina Comédia
] Tão “precisa” [ E [ Tão “meticulosa”
] Exuberante [ Explanação ] Digamos...
Para não descontentar os descontentes
] “Inocentes”[ Por certo ] Discordantes [
O que me fez retroagir no Tempo ] e pensar [
] Na [ CHESF/SUDAM/SUDENE
E reviver as Cenas  de um Passado  “Presente”
] Era [ Crise ] E [ Érico Veríssimo ] Lido no Senado
Sutil esforço
] Para apagar  [ As Cinzas de um “incêndio”...
E o Passado voltou... Como reforço
] E [ O homem foi... Maquiavel
] E [ O homem fez impor razões; De... Kant
] E [ O homem fez lembrar Cervantes
] Conseguiu fingir-se “Gêlo”[ Imitou Chaplin
] Tudo [ Ao aveso ] Em detalhes
Sério! Quando deveria sorrir
“Triste”! Quando ao menos poderia simular
A histeria imprópria da ] Vitória [
Humilde! Por mais que a arrogância o envolvesse
Conciso! Por mais que a coerência inexistisse
Ávaro Leal! O disposito da Revanche
] Lembrou [ Einstein
Impôs ] A Relatividade
] E [ Brincou com a desproporcionalidade das forças antagônicas
] Chamou [ Pixote
] E [ Descreveu o Príncipe
Fugiu de Erasmo ] E nem lembrou de Pancho
] Seu [ Escudeiro “Fiel”
] E [ Depois que viu
Que havia aplicado aquele Golpe ] Disse para si [
] Boa Noite Cinderela [
] Tchau! [ Querida...
Talvez daqui há Oito Meses acordarás de...
] Sonhos [ Pesadelos
] E [ Lembrarás que tudo aconteceu no Mês Abril... E não em...
] Março [ Seria coincidência demais
E ] Imagine...
Teu Traidor caiu... Só falta o Príncipe... Aquele! Cheio de Cerimoniais e, Vaidades... Que vez por outra fingia lealdade... E te “beijava”; os Pés... As Mãos... Senhora... E agora? O que é que há de se fazer... Nada! A não ser esperar... Que vendam... Minha Casa; minha Vida... Que inviabilizem os Projetos Sociais postos em prática... Coisa comum... Pois o Povo Brasileiro acostumou-se ser trado assim... Povo sofrido de minha Terra... Vote em mim... E de conviver com esta realidade... Morte, e Vida Severina; Deus e Diabo na Terra do Sol; O Pagador de Promessas... E na TV... Velho Chico... Liberdade! Liberdade! E ver... Outro Dia nascer... Na cata de oportunidades fáceis... Sem mais : neste Pixel Verdade; subscreve-se... Dr. Ademar Raimundo de Barros.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Tudo ] é tão claro [

Tudo ] é tão claro [

Tudo ] nunca foi tão cristalino
] Principalmente [ para responder quem me pergunta
] O que está escondido no seu histórico? [
] Eu [ Lhes responderia ] Tudo! [
Mas me contentaria ] se [
] Se [ Lhes respondesse assim...
] Nada [
] Mas [ Somente eu não deva dizer
] O quê [ Ninguém deva saber
] Quando não sei de ] Nada [
] Porque deva manter ] Sob sigilo
] E supor [
] Que ninguém mais [ Possa, ou saiba
] Quando [ Tantos sabem por aí
] A [ Minha história
] Que [ Jamais será ] Algum mistério
] Que [ Jamais conseguirei mantê-la ]
Como os “Segredos “sagrados” ] Deste Estado [
] E[ O que possa temer deste ] Supremo [
] Nada [
O que possa temer ] Destes Conselhos Médicos [
] Nada [
O que possa temer ] Dos Tribunais de Contas da Nação
] Nada [
] O que possa temer [ da OAB
] Da [ Sociedade Médica Brasileira
] Deste [ Congresso Nacional ] Tão Surreal que determina
] O Voto [ Inconstitucional
] Daqueles [ Que somam-se aos demais
] Implicados [ Nos escândalos citados na Lava a Jato
] E [ Em outros rolos
] E [ Que em busca de uma unanimidade fictícia
] Buscam [ reforços
Nas Suplências ] Que não assumiram dentro [ da “Legalidade”
] O Direito [ Do Exercício de um Mandato
] O Voto [ em um Processo de Empichement
] Vazado [ no abstrativo das suposições
] Que as Oposições Unidas [ Jamais! Serão vencidas
] O que está está escondido [ No meu histórico
] Vergonha! [ Camaradas
] E [ Para lhes dizer por bem
] Em nome da Nova República “Consentida”
] Cavada [ ] ] No Espírito das coisas escondidas ] Camufladas [
] Supostas [ Impostas para a Opinião Pública engolir
] Por nada não! Pelo poder da ] Persuasão [
] Vaidades [ de uma Nação
] Que Churchill bem definiu... NUNCA FOI SÉRIA
] Por nada [


] Mas [ Independente do desfecho da Causa ] Espero que pelo menos após esta provável “posse”; apócrifa, e inexpressiva: aonde a Demagogia já falou a mais do que devia; aonde o Futuro Presidente que para mim não significa nenhum ministério: propõe-se em respeito as próprias limitações desta Epopeia ] Não disputar o próximo Pleito Eleitoral [ Pois tudo o que o próprio decidiu; subestimou sua própria competência... Assina um Mandato Presidencial; e ao mesmo tempo Tempo determina... O futuro da sua “Bandeira” Partidária: que será inexoravelmente apagada do contexto; Político, e Histórico do País... Espere! O Futuro dirá... Dr. Ademar Raimundo de Barros.

terça-feira, 19 de abril de 2016

] Triângulos [

] Triângulos [

Pois é! ] Karim [
] Cada Macaco [ no seu Galho [
] Cada Quadrado [ ] Dentro do seu próprio [ Quadrado ]
] Onde possa fazer [ quantos ] Triângulos quiser [
] E [ se deliciar ] Com o tamanho da sua ] Hipotenusa.
] Cada Redondo [ Dentro dos seus Redondos
] Defendendo ] Seus Ciclos
] E [ Imaginando o aumento do seu ] Diâmetro [
] E [ Sua ] Mediatriz [
] Seu [ Centro
] E [ O crescimento do seu ] Raio [
] Tangentes! [ São atropelos
] Secantes! [ São pesadelos
] Os Arcos [ São companheiros descartáveis
] São [ Espelhos ] Muitas vezes falsos
] Por serem ] Verdadeiros [
] Côncavos [ Ou [ Convexos ] Posto que sejam tão receptivos
] E [ Denunciam ] a imagem Virtual
Na deformação original dos Egos
] E [ A transfiguração dos ]Ó[ belos ] Costumaz, e inflexíveis [
] Empedernidos ] de [ Vez
Não é Karim!
Daí! O preferido ser... O Espelho plano
] Que mostra [ uma imagem Real
Mas ] poucos [ Karim ] Têm o conhecimento
] Que a imagem Real [ é invertida
Karim!
Tudo é formal ] como o [ Formol [ ] E [ Esterilizante
Tudo não age como o ] Metanol [ Despolimerizante
Já viu Karim!
] Mas [ Mesmo assim Karim
] Vivemos [ A embalsemação das peças dos Cadáveres
Nesta ilusão:
] Que [ O Nitrotolueno ] Nunca esteja nas peças
] E que [ Paraaldeídos ] Trímeros do Aldeído Acético
Seja o último ] Ácido Acético a ser ] reduzido [
Líquido límpido
Incolor
De odor Étero ] E sabor picante
Solúvel em Álcool, em Éter ] E [ em duas partes da água seja
] O nosso [ Sedativo hipnótico
] De emprego raro [ E ] Sophistiquè
] Pois Ontem [ Karim! Mesmo Ontem
Noticiava-se Karim ] um [ “Bolão”] Onde apostava-se a Tese
Ninguém ganhou Karim!
E este será ] Sorteado [ Quando?] ] Qual o seu valor? [
Pilhérias Karim! Falta de ] Maturidade [
] Mais uma prova [ ] Uma prévia [ Num Processo Censurável
] Vazado [ Em... Indícios de “Quem me disse”]
] Vazado [ E princípios de quem ]
] Sustente bem [ A Mentira
] E [ Materialize o Supor
] E [ Hoje! Karim
] O que me diz [ A Mídia
] Preso [ ] Pela Operação Lava a Jato ] Em Minas Gerais [
] O Esposo [ De uma Deputada que pronunciou-se assim; Karim!
Pela minha Família! Pela minha Nação!
] Contra [ Toda Corrupção!
] Eu [ Digo sim! Impeachment!
] E [ No Dia seguinte ] Minha nobre Karim [
] Silêncio [ Formal
] Pela [ Ordem Formol dos fatos que acentuam-se
Mais [ E [ Mais
] Suspeita-se [ As provas tornam-se invisíveis
] E [ Prevalece o pressupõe-se ] Que prevaleceu
Não ! Como objeto de defesa
] Mas [ Muitos serão inocentados Karim
] Negando tudo [ Dizendo ] Nego
Supervalorizando ] Indícios
] Haverá algum “Bolão “ Karim? Aonde?
] Pois eu preciso rezar ] Noutro sentido
 ] A Oração de São Francisco [
] Usando [ a Hipocrisia
] Para ] Disfarçar
Senhor! Fazei-me um instrumento de Vossa Fé...
Amar ] E ser Amado
Perdoar ] E ser perdoado [
] Por que é dando [ Que se recebe
] Pela Vida eterna [
Nesta Política ] Toma lá [ ] Dá Cá [
Ah! Deus!
] E [ O que eu deva dizer do discurso de Santo Amaro
] Nada [ Karim
] Isto [ É Brasil

Sem mais... Neste Pixel Quadrado... Dr. Ademar Raimundo de Barros

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Apesar dos ] Pesares [

Apesar dos ] Pesares [

] E [ Com muito carinho ] Karim! [
Passei grande parte da Vida ] Fazendo-me perguntas [
] Procurando [ Caminhos
] Perseguindo [ Respostas
] Garimpando talvez [ Esses Sonhos de ] Liberdade [
] E na medida em quê
] Descubro tua Face [ Karim
] Meus questionamentos vão crescendo [ Um ] Após o outro [
] E [ Assombro-me
] Pois [ Já não há mais ] A compulsão de investigar tudo [
] Já não há mais [ A necessidade de certezas absolutas
] Desde que [ Hajam indícios e, suposições
] Pois [ Tudo é claro Karim
] Como é clara [ A Noite
] Como são claras [ As Nuvens das Tempestades
] E [ A Escuridão
] Como incerto será [ o Destino que se reserva a Milhões
] De [ Semi Nus
] De [ Semi Nós ] Humanos... Amanhã
] Depois Karim [ Que próprios vocês ] Quebraram o Protocolo
] E [ Já não se usa mais; O... De Práxis
] Quê [ Deus nos acompanhe
Hoje! Karim
] Para se manipular a verdade [ Ora-se
] Senhor! [ Fazei-me instrumento de “ vossa Fé “
Usa-se Karim! ] Onde existir o Ódio; que eu leve a submissão
] E [ A Caridade ] Somente depois [
Usa-se Karim! A Constituição de Mil e Novecentos e...
] Lá [ vão-se quantas
] Do tempo Karim [ !
] Daquele [ Abominável Homem das Neves
] Getúlio! Karim! Devida ] Ou [ Indevidamente
Usa-se Karim! O Pensamento Moral
] Do grande [ Rui Barbosa ] Quando este diz...
De tanto ver prosperar ] a desonestidade [
De tanto ver avolumar-se ] as Ilicitudes [
] O Homem comum [ Normal ] Karim!
Sente vergonha da Honestidade ] Segundo [ Êle ]
] Enquanto outros [ Karim
] Tentam [ Apropriar-se do que ele disse
] Para assumir-se [ Idólatras deste pensamento consciente
Karim! Nem Chico Xavier ] Safou-se [
] Do Ato [ Cenobial
] Com “sua” [ Jurisprudência ] Célebre
] E [ Prova fundamental ] Na elucidação de um Crime
] E [ Até o Espírito Santo ] Por unanimidade [
Pronunciou-se ] A favor da Tese
] Esquecido [ de tudo ] Esquecido do Vale
] E [ Para complementar ] Karim!
Alguém pronunciou-se assim...
] Quem não acompanhar [ o Voto do Relator
] Não sabe [ O que vai perder... Futuramente
] E [ O Dólar acenou
] Caiu [ Inopnadamente
] Abaixo [ De Patamares de ] Oito Mêses [
Ninguém Karim! Questionou
] O Dircurso [ Antecipado do próprio Vice
] Próximo [ Presidente
] E [ Uma Comissão de Ética enrolou-se ] Perplexa [
] Na [ Contemplação de outra Hipótese.
Karim! Eu só possuo a Vida
] Que nunca foi [ tão gratificante
] Mas [ Quando eu morrer Karim... Deixa meus Sonhos livres
] Neste Pixel [ “imaginário”.... Êta! Mundo bom ] Faltou a Mineirice [
] E [ Enquanto não seja tarde
] Deixa [ Que eu me despeça ] Para não cumprir [
] As Regras [ Deste Jogo ]
] Sujo [ E mal lavado
] Mas imaginando [ O que deveria ser... Liberdade! Liberdade!
Sem mais... Dr. Ademar Raimundo de Barros.