sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Em Véspera... Quebre o Silêncio

Em Véspera... Quebre o Silêncio




E de passagem por aqui
Nas inconveniências das coincidências
E matutando tudo
Eu vos confesso:
Sou muito sensitivo,
Pois escuto demais... Até! Esse Balhuro do Silêncio
Que me faz perguntar:
Por que está tudo quieto?
O que é que estão sussurrando pelas alcovas?
O que é que os Poetas não cantam
Em Versos, ou Trovas?
Por que todas as vozes se calaram?
E o Pensador pergunta-se:
O que é que me aguarda o segundo seguinte?
Será que faz sentido?Faz sim!
Pois nos ingredientes previstos para esta Festa “Feliz”
E ao gosto de uma Culinária sem Gastronomos
A minha sensibilidade pôde ouvir
Os agouros dos Corvos
E o sibilar de Répteis peçonhentos
No Glamour dessa orquestração,
Da qual contesto:
A ausência das Torcidas Organizadas do Futebol
Que poderiam abrir
Outros Partidos Políticos
Neste Polipartidarismo enigmático
E nos possibilitassem ouvir
O grito pragmático dos Fanáticos diferenciados
Atlético!
Cruzeiro!
Flamengo!
Bota fogo nisto não!
Viva o Vasco!
E que o Corintians seja sempre o campeão
E que o Palmeiras volte a ser
Palestra na Itália
E espantar o Mundo na Televisão
Mas da mesma forma poder constestar
Quaisquer vetos
Vindos de quem? Não sei
Da Candidatura do Bispo Edir de Macedo
Tão bemquisto na Àfrica
‘“Tão” aceito noutros Estados Unidos
Grande amigo do Globo
Que até nos Céus fez seus impérios
E construiu também... Seus Paraísos
E ai Deus!
De quem queira por certo,
Questioná-lo;
Pois sua Filosofia diz... Como se nada a perder;
Como a Máxima do tudo
Como a Máxima do “nada”
Que de carismáticas faces veem
Sorrindo se perca
E sorrindo mais se vença,
Pois a Crença uníssona comemora a vitória
Com... Glória a Deus! Aleluia Jesus!
Não a trôco de porretes e pancadas... Nem!
Na depedração do Patrimônio Público
Pela exaltação de Vândalos incontidos
Em resumo:
E falando assim:
Não é que cometeram outro erro!
Deixaram a oportunidade de aumentar o Dólar
E esse aumento ser... Cotidiano
Há muito mais tempo
Para ver o tamanho do Buraco
Que poderia até causar
Perdas e Danos
Pois se o Dólar sobe dismensuradamente
O que fará a Libra?
O que será do Euro?
Quem buscará no Ouro a recuperação das Bolsas de Valôres
E o Mercado do Boi
Que era Gordo
Por consequência cederá à vez pro Magro
E a Soja não cabe mais nos Cilos
E o Trigo secará nos Campos
E a Infração perdurará por certo,
Destruindo Nações
E Arquitetos mentindo... É a Crise
E os Pinóquios sorrindo no Brasil, e iludino-nos... É a Dilma.
E na contemplação da previsão dos Astros!
A imaginação procura
Na visão Shakespeareana de Otelo
O Mouro de Veneza
Que esposou Desdêmona
Preditos parodiados do poder... Em “Sinhorzinho Malta”
Nas máximas de Odorico Paraguaçu
Tiêtes! Não destes agrestes
E sim! Na Idolatria desses Refinos de Elites
Nos sorrisos Patéticos de Políticos
Que prometem modificações
Onde confrontam-se... Simpáticos e amigos
Nesta luta... Dos próprios, contra os mesmos.
Assim... Como em “Secos e Molhados”
Que não se sabe quem seja
Ou seja, ambos;
Não! Nós outros
Enrolados sem saber... Quem sejam vós
Assim! Como “Produtos manufatuados”
Como se pegue, e Page;
E como em furtos e roubos, vamos indo,
Até! Que alguém retrate
O Retrato falado de quem já esteja sendo falado demais
Pobre coitado!
Expulso! Banido! Quando estava fazendo o seu Mestrado;
Pelo que deixou de assinar
Ou por aquilo que deixou assinado
Nos termos... Dos Distratos, ou “Tratados”...
Nos termos... De Agravos, e Reagravos.
E como não haverá nenhuma modificação nestes Cem Anos... Já que tudo vai de Pai pra filho, ou de Avós pra netos... Digo ao Povo... Que Dilma fique! Pois a atual Constituição Federal a respalda na continuidade do seu Mandato... Este é o meu Voto.



             Dr. Ademar Raimundo de Barros...

O Perscutador do Tempo

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Nego! As distorções dos fatos

Nego! As distorções dos fatos


    Volto a contestar a Visualização de páginas em htt:// desastrolados desconhecido contantes nas Postagens de: Indignação, e Estes aplicativos; a não ser que se trate de outra fonte de compartilhação por mim desconhecida. E este somatório que acumul-se já somam Seis, quando por duas vezes houve a necessidade de se Visualizar a página para em comentário deixar que o subentendido não venha ganhar “Asas para a Imaginação” de quem conteste o BLOG, pois os Sistemas que estão expostos em Críticas: no contexto Geral de todo existencialismo que existe: estão sendo divulgados pela Mídia Televisada ou não; Fruto não! O Suprassumo da Corrupção, e desorganização de todos os Sistemas: onde já não podemos dizer que ainda possam existir os princípios mínimos do Direito e da Lei, e os princípios Básicos da Democracia, depois da desmoralização dos Poderes: quando o que mais me azucrina, é essa paralalia Demagógica recheada de promessas evasivas que mal adentro na minha área de trabalho a TV divulga em Reportagem: que Conselheiro de Estado, cava “emprego” lucrativo e superfaturado para Funcionária Pública em função de sua Personal Triner; Pode? Dizem que o Ministério Público irá observar isto: e proponho ao Pinóquio... É uma boa proposta para um Governo que por certo irá reduzir o seu Salário, e outras mordomias exequíveis; o corte destas Funções Vitalícias, que na grande maioria das vezes: o mérito concedido, está no valor que seja pago a Parlamentares Eleito pelo povo: e independente de permanência longa de Mandatos... Pagou! E Pronto! É Conselheiro, e para o Povo... Nem conhecimento... Vão Pinóquios! Delatem isto. Mas sorrateiramente como fez Judas a Cristo, ou como fez aquele bom Mineiro... O Silvério! O dos Reis!
Agora o cara não administra “um simples Peido”; em Plenário, Casa Cheia; Mídia atenta a tudo que se passa: alguém grava, e outrém divulga; e o WhatsApp toma conta, mas os “Anônimos”, e Desastrolados se responsabilizarão pelos sorrisos: quando se por acaso fosse mais uma façanha do meu querido (Deus o tenha, e sempre), o Boris Iéltisin: o Mundo ainda estaria sorrindo, e ele por merecimento: um forte Prêmio Nobel da Paz pelo seu “ébrio” Flatus; e tome sorrisos nisto... Ora Cara! Quando a coisa “escapa”, daquele jeito maroto que se diz ser: Cheguei! Foi de surpresa! Não adianta não! Dizer...  Que não fui eu; e assuma-se! Não adianta apontar com o Dedo; aquele, ou outro... Não seja indelicado.
     E seja! Por indignação indelicado: quando alguém, ou quando qualquer Sistema (na base da pressão) queira deixar você... Indignado.
Cito um exemplo clássico. Ontem! Nestes Aplicativos WhatsApp; um cidadão lá de Ribeirão das Neves-MG, Região Metropolitana de Belo-Horizonte, 17 anos de PT; dá uma de “Pensador de Rodin” que há tantos anos contempla a Entrada do Inferno, retratada na imaginação de Dante Alhiguieri na; “Divina Comédia”: e faz seu manifesto de apoio Partidário Regional, e na sua visão o Céu do PSDB, e o Inferno para o PT, aonde ao PT; O Diabo cravou esporas, o que só agora ele foi capaz de observar.
     Desejo-lhe Vitória! Júnior! E que seu Segundo turno seja tão igual quanto o Primeiro. Lamento por dizer: você foi sempre um privilegiado, e talvez no somatório de Mandatos, você só soma um, e se soma três, pra mim não é surpresa, pois a sua Prefeita foi eleita pelo PT, NUMA Cidade com mais de 300.000 habitantes o que indica não ser; tão pequenina assim: mas convenhamos que você não seja de Justinólis, onde talvez se concentre: o maior número de Cadeias de Belo Horizonte: e sabe Júnior: as Cadeias rendem Dinheiro: e o Dinheiro não ficou aí, por que Belo Horizonte dista de Ribeirão das Neves apenas 32 km, e as Licitações para Firmas de Marmitex são muito disputadas neste País, e a Capital e o Governo Estadual não quiseram vocês no “Rolo”; e daí! É bem melhor para o CENTRO, que vocês tenham que continuar como Dormitório, mas para não parecer discriminação proibiram o uso do termo verdadeiro, e como justificativas sorrateiras lhes procrastinaram a aceitação de ser... Uma Cidade em Migração Pendular... Pendular em Quê meu amigo Júnior? No Turismo? Ou na migração oscilatória de presos ou familiares dos Detentos? Ou no vai e vem da Marginalização própria das periferias, e das Cidades “Satélites” que nasceram sem a Estruturação das Cidades Modernas? Hein Sô! Hein! Júnior.
    Mas vem aí Veneza (muita coincidência), o apelido da Capital do Estado de Pernambuco, que poderá justificar este seu discurso em prol PSB; o que fazer? Tudo bem! Seu voto será só seu, mas não conte que contas com a maioria absoluta dos teus Eleitores; nem hoje e nem mais: principalmente se teu domicílio natural seja Belo Horizonte.
     Júnior! Os Avós de Ontem, e de Hoje; Nasceram predestinados para tomar de Contas dos Rosários de suas Lágrimas... Os Filhos, e também os Netos... Está na Lei.
    Um grande abraço fraternal!
    E; Boa sorte! E como tudo não se deve jogar no Liquidificador: eu gosto muito de ouvir esta musiquinha “Filosófica”...




                                           Dr. Ademar Raimundo de Barros.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Recordar é viver... Será verdade?

Recordar é viver... Será verdade?



Eu sou o Rei das Baladas
No Rio de Janeiro... E continua lindo!
Cidade onde que moro,
E gosto de curtir
Andarolando sim! Andarolando
Nas Bacantes Noites;
Imensuráveis que vêm... De Priscas Eras
Vividas nas minhas Noitadas Cariocas.
E só por causa disto,
Sou Campeão de faltas no “Emprego”
O que pouco me importa
Pois que se lixem aqueles que se incomodam
(Se) vira e mexe me encrenco nestas melas
E de Encrencas já perdi as contas
Mas quando alguém me vê:
Sô! Bichim!
Parece mais Fissura
Filmam-me bêbado em qualquer lugar
No Bar que encontrei
Até no Bar da Esquina do Catete
O que me faz pensar
Serei Boris Iéltsin, ou serei!
Réplica de Charlles Chapllin
Apesar de que... Acham-me muito parecido com Pinóquio
Quisera ser um deles
Mas não dá
Eles eram autênticos... “Eu não sou”
Sou máscaras de Caras

Só não valeu ser pego numa Blitz
Eu dirigia bêbado, e sem Carteira,
E “Noiado” demais
Conforme a Polícia disse,
E que fez constar nos Autos de Infração
Mas a Anamnese me salvou
Seria um eventual Mal De... Ausência
E se ocorreu por certo... Era Ausência sim! Era! “Ausência”

Bati na minha “namorada” não!
Acompanhante!
E a Moça caiu
Mas a pancada não foi tão forte assim,
Pois ela revidou,
Bateu em mim
E logo após cada um foi pra seu “lado”
Enquanto Paparazzis testemunhos
Gritavam quase em clamor por desaforo:
Maria da Penha nele sim!
Isto é ingnomínia
Quando nem pensaram num Distúrbio Bipolar
Próprio das Personalidades
E eu tentava ouvir, mas não ouvia:
Gritos de Liberdade
E eu queria bater... Mas impediam
E eu tentava entender... Não entendia
Nem sabia o que estava fazendo
Naquele Hotel Fazendo
E alterado fiquei
Por que alguém gritou... Covarde!
Quando na realidade “eu não sou”.

Por que na “Lucidez” me embriago
Viro o “Zezeu”! Baixo os “Exus”, e “Santos”
E consigo desviar... R$ Bilhões do Estado
E só por isto fui denunciado
Mas o Tribunal nem tremulou
Nem irá fazer tremer sua Bandeira
Pois meu Advogado não é;
Um João José qualquer
Também nenhum!
Joaquim José da Silva Xavier
Por que só devo contratar... Só “Pau Lasqueira”
E não!
Cambaios ou Cambembes
Nem Zambetas, nem Zambaios;
E nem... Quem cambaleia com Pernetas,
Pois gosto de Cambalachos
E adoro quem for Cambalacheiro,
Pois! O que poderá fazer por mim
Aquele que seja “todo certo”
Retilíneo! Retilínea! Um Ser correto
Como essa “maioria”... Pensa
Mas as minorias pensam mais,
Pois são pessoas tão “tortas”... Iguaizinhas a mim
E iguaizinhas as minhas
Manhas que sustento
Pois não sou Marcola Não!
Nem sou Jorgina, e não sou Lalau,
Tão pouco seja Fernandinho-Beira-Mar...
Crias de Escolas diferentes
E como não sou Mané!
Posso fazer então... Qualquer escolha
Pela Isca
Pelo Peixe que foi fisgado
Pelo espeto do Gato que não montei
Para roubar qual Folha?
Mas lembra-se “meu caro amigo”:
Eu navegava sim... Na Proa de minha Escuna
Não na peça que não posso bater
Na Quilha!
Carena! Ou Karina como queira
Fruto de um Martelo que bati
Em um “leilão aberto”
Nos trâmites que decorreram...

De Delações por certo... Censuradas.

                                 Dr. Ademar Raimundo de Barros

Comentário do Autor: Não divulgarei o que foi captado de um Facebook, mas será necessário a Candidata Dilma, caso venha se sentir-se pouco a vontade no último debate: que puxe para discussão: Recordar é viver (Site – www.limpinhoecheiroso.com), bem como apresentar a sua Luta pelo Direito de Igualdade da Mulher; e esse negócio de não denunciar a postura deselegante de quem seja lá quem for: que por aumento de voz para intimidar: que por Dedos em ríspide ou gestos grosseiros, ou palavras agressivas: inclusas nos seus pronunciamentos; seja coerentemente advertido para conhecimento público; e sua assessoria deve estar instruída (independente do que a imprensa possa argumentar) para seu Direito de Resposta, ou de interferência aos argumentos impróprios proferidos pelo Candidato Opositor, pois tenho observado muito bem... Querem ganhar no Grito.
     Mas vamos ouvir na voz de Chico Buarque de Holanda... Cambaio, pois com essa cambalaia convivi: quando a minha plasticidade permitia-me... Devaneios... Coisas de um Homem comum...




                                       Dr. Ademar Raimundo de Barros.

domingo, 19 de outubro de 2014

Por favor... Mais respeito ao Lula.

Por favor... Mais respeito ao Lula.

Mas que vergonha para o PSDB; coisa de Porcos, que alguém venha divulgar, que caso o Lula venha passar mal, seja armação Política; daí a minha crítica aos Netos dos convives da Revolução de 1964 que sejam mais discretos, menos incoerentes, pois se o Lula realmente passar mal; isto já está previsto nos anais da Cancerologia, e quem poderá olvidar? Isto é baixaria Política, de quem não tem o que fazer; quando fazemos de contas, que o que aconteceu com Eduardo Campos: Candidato pelo PSB, nada mais foi do que um acidente fatal, mesmo que a ausência de Caixas Pretas, ou Vermelhas; nada consta... Mesmo que o Avião que explodiu: não tenha procedência; ninguém saiba das causas, nem das conveniências que digam respeito a quem: mas o certo é que o homem morreu, e ninguém supôs que fosse armação... E pergunto-vos?
Será alguma armação o que possa vir a acontecer com o Lula; o único pobre desta Oligarquia Pernambucana; aonde quem manda mais é donos de Usinas de Açúcar e Álcool, que disputam o Poder com os derivados do Petróleo; e o resto é marca “registrada” das sobras dos Cambitos: que poucos ainda vivem por aí, a curtir a Velhice, a Solidão, A Miséria, e a Fome, pois foram substituídos pelas Máquinas, e pela Tecnologia moderna... Mas pelo amor de Deus! Tomem vergonha! E pelo menos respeitem um homem que foi duas vezes seguida; eleito pela livre e espontânea vontade do povo... O Presidente de nossa Pátria.
Vão caçar o que fazer: e que pelo menos, procurem Chifres em Cabeças de Jumentos, mas já é demais... Fértil é o pensamento, e o absurdo é a falta de respeito... Pensem mais.
E eu nem queria postar... Mas a indignação tomou-me de surpresa.
E pra falar em vocês, e por falar a verdade; qual o Estado mais beneficiado pelo governo Dilma no Nordeste? Aonde encontraremos o protótipo de conclusão da Refinaria de Petróleo de Abreu E Lima? Aonde encontraremos a implantação de uma montadora da FIAT? E é desta forma que é agradecida a Política dos Caciques da Cana-de-açúcar: que impera naquela região desde Idos das Capitanias Hereditárias, esperar o quê? Quando em nenhum Pleito Eleitoral, Luiz Lula da Silva, teve a unanimidade dos votos de Pernambuco, que me parece querer uma revanche da Revolução de 1930, aonde a Bandeira do “Líder” era João Pessoa, e que por tantas razões que a história esconde; sobrou para a Família Dantas, lá dos confins dos Sertões Pernambucanos, mais especificamente nas Regiões de Juazeiro/Petrolina; e para coincidência maior juntaram-se a Paraíba: O Rio Grande do Sul, e as Minas Gerais (como eram chamados), guerreiros aguerridos na alusão de Fraude Eleitoral; quando os meus sensores dizem... Que a causa do Crime sempre vagou na hipótese das improbabilidades: quando vocês do PSDB, no momento que próprios alencam a probabilidade do Lula simular uma piora Clínica como medida Eleitoreira: pensem em José de Alencar (Vice-Presidente! Em dois Mandatos de Lula), um verdadeiro exemplo de Solidariedade e Homem; Rico! Mas que respeitava a Pobreza, e que também lutou contra essa Doença que tantos lutaram, ou que ainda lutam; mas que sempre serão diferenciados na diferença de evolução de cada caso.
E deveremos levar em consideração: que o Lula e tão humano quanto todos nós; mas totalmente deferente desses “Animais Racionais” das oportunidades: que não tem respeito nem por uma Hipotenção de uma Mulher: que não tem conhecimentos para admitir os Ciclos Fisiológicos do Organismo Feminino; ou que uma MULHER seja susceptível a reações Autossômicas nas liberações de substâncias Simpaticomiméticas, ou Para-Simpaticomiméticas nos Transcursos de Ciclos Anovulatórios, nas Disfunções induzidas pelas Displasias comuns Mamárias, e nos acessos de TPMs (Tensões Pré- prós-Menstruais), que nenhum Homem tem, ou possa ter; E... Desculpem-me!
Vocês extrapolaram a sensatez
Sem mais
E que se manifeste o pensamento das Mulheres deste País
E o dos homens que ainda possam compreender
Que discriminar é demais
Não só a Doença Grave de um só!
Como tirar vantagens descabíveis
De uma indisposição física
Nem das particularidades da Fisiologia ímpar
De uma Mulher

                                       Dr. Ademar Raimundo de Barros.

Indignação

Indignação


     Eles não foram feitos
     Para um
     Para dois, ou três, ou quatro,
     Eles foram feitos para todos
     Nasceram em “Poesias vivas”
     Mais foram divididos pelo meio
     Entre “Anônimos”, e Desastrolados.
     Uns! Meros desconhecidos
     Outros! Discutidos demais
     Que para se mantiverem vivos
     Fizeram o Firefox como escudo
     E outros:
     Como “Paramentos” ou “Aparatos”,
     De sustentação
     Entre querelâncias e litígios
     Daqueles que ainda possam opinar
     E defender suas opiniões
     No contexto de um Processo Democrático
     E poder singrar
     Por estes Mares, e estes Oceanos:
     Que teimam transformá-los em anencefálicos;
    O que seja banal
    Ou se tornou comum
     Imperativo humano... A procrastinação dos resolutos
     Esses apócrifos atípicos
     Súditos de um Império, e discípulos de fictícia Liberdade;
     Ou Vassalos das Côrtes
     E Apóstolos de virtudes discutíveis
     Aonde... Mentiras e Verdades se confundem
     Nesta luta tenaz
     Onde a coerência inexiste
     E a subserviência fala mais... E diz:
     Que por imposição a Lei impõe... Silêncio
     A “Crença” supersticiosa,
     De quem possa aludir perseguição
     De quem possa dizer que o Direito... Iluda
     Ou que
     Seja atópica... A implantação do medo
     Mesmo em conjuração
     E que Pressão Psicológica nem... Conjectura-se
     Nem inserida está... Em perspectivas
     Aonde as relações de causa e efeito se encontrarão;
     “Mas” continuarão adormecidas nas expressões:
Que tudo seja realmente relativo.
Que supervalorizem sim! As aparências.
E que destruam as provas.
E que anulem as causas.
E que a palavra seja sempre... A Esperança
Que sempre dirá
Que-Amanhã-Eu-Vou

                                  Dr. Ademar Raimundo de Barros.

Comentários do Autor: Eu tenho convicções; naquilo que faço naquilo que penso, e naquilo que defendo. E hoje eu posso dizer; que muitos daqueles que me perseguiram como Funcionário Público; estão por aí, respondendo Processos na Justiça e que não necessito citá-los, pois foram citados na Operação Termópilas, e se é que não sejam citados na Operação Lava a Jato: o que não será nenhuma novidade para mim.
Mas o motivo maior desta minha “Indignação” está patentiada na inequívoca colocação das minhas críticas, e na sustentação da maioria de minhas Postagens, e das minhas posições assumidas; daí! A “Baixa Voltagem” que me faz sorrir, e daí a minha contestação na observação da exclusão do + 1 que Estatisticamente precedia-se a: O Tigrão diz... Amanco! Amanco! ; Essas Paródias; Conselhos para um “Anônimo”; Estranha “Eucaristia” (mesmo com a aplicação dos: Entre Aspas); Das Delações Premiadas; Êstes “Aplicativos”; Satisfaction (Será pelo uso do Inglês?); Meu Sogro, Paulo Bezerra II (Será pela cobrança do compromisso, ou pela mistura de Calote e Escravidão), pois quanto mais observo essas ingerências, mais sedimento a concepção da existência de Sistemas que representam filtros de censuras refinadas, pois não poupei nas minhas Críticas: Conselhos Regionais, e Conselho Federal de Medicina na defesa de meus interesses lícitos: como não poupei ‘Elogios” a Políticas e Políticos, como não fugi dos intocáveis do STJ quando a Crítica teria que ser feita por discordar do Corporativismo das Instâncias, pois se Salomão fosse vivo, e estivesse de posse do Processo que me incrimina em Acúmulo de Encargos; ele desaforaria em retorno a Fonte Original, que por sua vez devolveria o Processo ao Comando da Polícia Militar de Rondônia, que possui Regulamentação para estas situações, e não será preciso até que eu venha apresentar o RDE ao quais as Polícias Militares estão subordinadas numa Cláusula que diz... “É inerente aos Comandos Militares, encaminharem para a Reserva Remunerada; ou não, os Policiais Militares que cometerem Acúmulo de Encargo”, quando nem isto aconteceu: por que houve aquiescência da própria Corporação no Edital de Convocação para Concurso; e todos sabem que esta não Remuneração não é considerada e para contornar a controvérsia criou-se uma alternativa de contemporização: para aqueles com pouco tempo de Serviço; a Reforma Proporcional ao tempo de trabalho... Estou correto? Senhores Militares deste País... Estou correto? Excelentíssimo Senhor Ministro da Justiça... Estarei correto? Excelentíssimo Senhor Joaquim Barbosa, Se... Vossa Senhoria (que eu queria como Presidente desta República) vir ocupar a Cargo de Ministro da Justiça no próximo Mandato Presidencial.
Sem mais, agradeço o Aval a minha “Indignação” ao som...



                                       Dr. Ademar Raimundo de Barros.